MATÉRIA - Notícias

MD Codes

Imagem Ilustrativa

 

Para entendermos o MD Codes e seus benefícios, precisamos primeiramente ter o conhecimento da substância que utilizamos na sua aplicação.

O ácido hialurônico é uma substância presente naturalmente em nosso organismo. Com o tempo, o corpo tende a perder esse ingrediente resultando em linhas de expressão, flacidez e rugas no rosto. O ácido tem como objetivo o preenchimento, sustentação e hidratação da pele. A aplicação do ácido hialurônico sempre foi bem-vinda e querida pelos dermatologistas e cirurgiões plásticos. O MD Codes entra no cenário como resultado de duas décadas de pesquisa do cirurgião plástico brasileiro renomado e conhecido mundialmente, Dr. Maurício de Maio, como um método inovador em 2016, e que se propõe à codificação dos pontos de sustentação da face. Descrevendo os códigos médicos, são mais de 40 pontos que podem ser aplicados mediante a uma avaliação.

Os pontos são identificados individualmente com o mapeamento e programação das necessidades individuais de cada paciente. Com isso, a aplicação pontual no bigode chinês, por exemplo, pode não surtir o efeito desejado, pois melhoraria a flacidez e não a depressão da pele. O grau de flacidez do rosto difere em cada caso, desse modo, o mais interessante seria a aplicação em locais que sustentaria a face, suavizando e tornando o rosto mais harmônico, proporcionando volume e aspecto de jovialidade, sem perder a naturalidade.

A quantidade de seringas utilizadas no MD Codes varia de 7 a 15 com 1 ml cada, número esse influenciado por fatores como: alimentação saudável, atividades físicas e ausência de tabagismo entre outros, fatores esses que determinam a quantidade de produto a ser utilizado. Diferentemente da cirurgia facial que precisaria de 30 dias de repouso por ser uma solução mais invasiva, o procedimento de MD Codes é realizado no consultório, mediante uma avaliação prévia, e a duração da aplicação é de 40 minutos, com recuperação imediata, podendo o paciente voltar às atividades no mesmo dia, sendo recomendado apenas não fazer exercícios pesados nos próximos 5 dias.

Os efeitos do procedimento são de até dois anos. Quem fez um protocolo de MD Codes com uma quantidade elevada de seringas, não precisa necessariamente refazer o mesmo protocolo, mas, sim, uma manutenção com um número reduzido de seringas, trabalhando de forma preventiva.

É considerado como uma cirurgia sem corte, fazendo um lift facial, tornando a proposta desse procedimento um dos grandes aliados da beleza. O MD Codes estimula a produção de colágeno, previne o envelhecimento facial, faz a sustentação da pele de forma mais efetiva e natural. É recomendado que esse procedimento seja feito apenas por especialistas , como cirurgiões plásticos e dermatologistas.

 

 

Dr. Elson Adorno – Cirurgião Plástico
– CRM-MT 5999 / RQE 3419
– Especialista pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica e em Cirurgia Plástica pelo MEC.
– Preceptor do Programa de Residência Médica de Cirurgia Plástica do Hospital de Base de Rondônia.
– Docente do curso de medicina do UNIVAG.
– Diretor e Coordenador do Curso Advanced Trauma Life Support – ATLS, Núcleo Campo Grande/Cuiabá.
– Instrutor do Curso Pré Hospital Trauma Life Support, Núcleo Campo Grande.
– Instrutor do Curso Disaster Management and Emergency Preparedness Course – DMEP.
– Núcleo USP/HC-São Paulo e Instrutor do Curso Nacional de Normatização de Atendimento ao Queimado-CNNAQ.